quinoa11

Por falar nisso… Sabia que a quinoa teve direito a um Ano Internacional? E não foi por acaso!

It's only fair to share...Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Pin on Pinterest0

As escolhas alimentares são importantes não só pela proteção da saúde mas também pelo impacto que geram a nível mundial.

Foi em 2013 que as Nações Unidas declaram o Ano Internacional da Quinoa devido ao seu elevado valor nutricional e à sua importância na segurança alimentar mundial. A versatilidade da quinoa torna o seu cultivo viável em áreas com pouca água, com grandes variações de temperatura e espera-se que ajude a diminuir a fome mundial para metade. Por isso, todos os dias são bons para relembrar a importância deste cereal para a nutrição e para si.

Tecnicamente, a quinoa é um pseudo-cereal pois é uma semente ingerida da mesma forma que um grão. Existem três tipos de quinoa – branca, vermelha e preta – com imensos benefícios nutricionais.

A quinoa é rica em proteína, contendo todos os aminoácidos essenciais (que tem que obter via alimentar), o que a torna um alimento de alto valor biológico.

É uma excelente opção na Doença Celíaca, pois não contém glúten na sua composição e a sua farinha pode ser utilizada para a confeção de pães e massas.

Protetora de doenças cardiovasculares, devido ao seu teor em ómega 3, não provoca picos de açúcar no sangue devido ao seu baixo índice glicémico e possui elevadas quantidades de flavonoides, anti-oxidantes com possível efeito anti-inflamatório.

Consegue, ainda, ser rica em minerais como o magnésio, o potássio e o ferro. Aliás, contém 4 vezes mais ferro do que a aveia, sendo a que apresenta maior teor deste mineral quando comparada com outros grãos. No entanto, é importante relembrar que a presença dos fitatos na quinoa diminuem a absorção do ferro, devendo conjugar a ingestão de alimentos ricos em vitamina C de forma a aumentá-la.

Consoante a marca da quinoa, pode ser importante ter o cuidado de demolhá-la durante uma a duas horas a fim de eliminar as saponinas que poderão causar irritação no estômago e dar um sabor amargo. Siga as instruções da embalagem para coma a quinoa em segurança.

Contribuir para a sustentabilidade alimentar e nutrir de forma saudável o seu corpo são dois motivos muito fortes para se lembrar de que não foi por acaso que a quinoa teve direito ao seu Ano Internacional.

Facebook Comments