bread-534574_960_720

NEWS: Teor de sal no pão pode ainda ser (mais) reduzido.

It's only fair to share...Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Pin on Pinterest0

O pão é um alimento muito comum na gastronomia portuguesa e está presente na alimentação da maioria da população. Hoje em dia, a oferta ao nível do mercado é muito variada e já é possível escolher um tipo de pão dentro de uma vasta gama de formas, sabores e particularidades também ao nível nutricional (com mais fibra, sem glúten, proteico, etc.) A questão do teor de sal no pão tem sido tema há já vários anos. A legislação em vigor prevê um teor máximo de sal de 1,4g por 100g de pão e está em vigor há 6 anos.

Um estudo recente realizado pela Sociedade Portuguesa de Hipertensão revelou que o teor de sal pode ser ainda mais reduzido, sem que os consumidores sintam essa alteração ao nível do sabor. Assim, foram analisados quatro tipos de pães de dez padarias de cinco distritos da região Norte de Portugal. Para o estudo em causa foram produzidas também fornadas com um teor de sal habitual, para servir de controlo. Os resultados revelaram que é possível reduzir o teor para 1,1g por 100g sem que se verifiquem alterações no consumo, nomeadamente ao que diz respeito ao sabor.

Estes resultados vieram comprovar a importância do estímulo da redução de sal no pão nas padarias já que esta medida tem um impacto muito positivo na saúde dos portugueses que têm praticamente um consumo diário deste alimento, na sua alimentação.

A não alteração de sabor permite que as pessoas continuem a consumir o pão que, com moderação, é um alimento saudável e previsto na alimentação mediterrânea, e permite a redução do consumo de sódio na dieta.

A equipa Nutrihome reforça o alerta para o consumo excessivo de sódio já que a prática poderá ter consequências diretas na sua saúde nomeadamente no aumento da pressão arterial e no aparecimento de doenças cardiovasculares. Lembramos ainda que pode, a partir de sua casa, reduzir a adição de sal nas confeções, optando por ervas aromáticas e especiarias, estar atento aos rótulos e evitar o consumo de produtos de charcutaria, refeições pré-feitas, salgados e aperitivos.

Facebook Comments