vegetarian-1141242_960_720

NEWS: opção vegetariana obrigatória nas cantinas e refeitórios públicos

It's only fair to share...Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Pin on Pinterest0

A medida entra em vigor a partir do mês de Junho. A partir dessa altura, as cantinas e refeitórios públicos têm de oferecer obrigatoriamente, pelo menos uma opção vegetariana nas suas ementas.

A lei, publicada esta semana, abrange todas as cantinas/refeitórios inseridos na Administração Interna nomeadamente unidades integradas no Sistema Nacional de Saúde, escolas, estabelecimentos de ensino superior ou centros de serviços sociais e ainda em lares e centros de dia. A exceção reside em locais onde a procura destas alternativas seja menor, obrigando a marcação prévia. Desta forma, é feita uma gestão de recursos sustentável e evita-se o desperdício alimentar.

As ementas são programadas por técnicos habilitados, nomeadamente nutricionistas, e têm em conta a população-alvo, recursos e composição nutricional de cada refeição, garantindo a diversidade dos pratos e a contribuição para uma alimentação saudável.

Enquadradas num estilo de vida saudável e sabendo escolher os alimentos e a melhor forma de os confecionar, a alimentação vegetariana pode ser benéfica para a saúde. Segundo a Direção Geral de Saúde, este regime alimentar pode ter ação na redução da prevalência de cancro, obesidade, doenças cardiovasculares, alterações lipídicas ao nível do sangue, diabetes e hipertensão.

Esta medida respeita as escolhas alimentares individuais e permite uma maior diversidade de opções ao nível de menus e ementas, contribuindo também para uma alimentação mais variada e equilibrada. Assim, mesmo para quem não tem por norma uma alimentação vegetariana, poderá escolher um prato diferente, variando também a opção do peixe, ovos ou carne e contribuindo para a diversidade de sabores, alimentos e nutrientes.

 

 

Facebook Comments