santos-populares

Agora que acabou, vamos falar sobre a bipolaridade do mês de maio?

It's only fair to share...Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Pin on Pinterest0

No outro dia uma amiga enviou uma foto que me deixou horas a rir: na imagem via-se uma rapariga que de segunda a domingo vestiu desde um sobretudo com um gorro até às orelhas, a calções com chinelos. Por isso, agora que acabou, vamos falar sobre a bipolaridade do mês de maio?

É que a loucura não se ficou sobre o que vestir todos os dias de manhã e se voltávamos a tirar toda a roupa de inverno que já tinha sido arrumada. Repararam o quão difícil foi planear as compras do supermercado? Ou simplesmente decidir o que deixar a descongelar para o jantar? Houve dias em que se acordou no Inverno a apetecer comer uma bela feijoada e as noites eram de Verão onde uma salada chegava perfeitamente para satisfazer os apetites mais vorazes. Houve outros dias em que se acordou de manhã com um sol maravilhoso e se combinou uma caracolada ao final do dia com os amigos, numa bela de uma esplanada, e a chuva e a trovoada mandou-nos encharcados e a tiritar de frio para a tasca comer um bitoque.

Ponha a mão no ar quem é do tempo de maio ser uma amostra deliciosa do Verão que nos espera! De chegarmos a dia 31 e a probabilidade de termos um belo bronze era infinitamente maior do que o mesmo acontecer em Abril, águas mil.

Já há tantas coisas que nos enlouquecem nesta vida que será que é pedir muito, São Pedro, que não nos presenteies com estas surpresas? Vá lá, os santos estão aí a aparecer, a malta quer é bailaricos e sardinha assada e olha que isso é saudável por isso não venhas com argumentos nutricionais para culpabilizar a insanidade do tempo.

 

Facebook Comments