shutterstock_220973980.0

Fitboxe – uma alternativa ao seu treino tradicional

Fitboxe é uma das modalidade de desporto com mais rápido crescimento e aderência na actualidade.

Consiste numa combinação de movimentos básicos do boxe e kickboxe com o exercício físico. Tem como objectivo uma melhoria da condição física assim como mental.

É um tipo de treino que abrange o trabalho de pernas, abdominal, tronco e braços. Aumenta a resistência cardiovascular, bem como a força e coordenação motora, além de ser uma óptima forma para aliviar o stress do dia-a-dia,

Para quem não gosta do tradicional treino de ginásio, tem sido uma excelente alternativa para significativas melhorias na condição física, emagrecimento, tonificação e aumento da auto-estima. 

Pedro Laffan, Personal Trainer

saiba mais aqui

Pregnant female do exercise in sports hall, side view, body part, lifting dumbbells, active and sportive pregnancy, healthy motherhood concept

Exercício físico durante a gravidez – recomenda-se?

Resposta curta, sim. Ajuda a manter um peso saudável, elimina toxinas, previne dores articulares, melhora a postura e ajuda a manter um estado emocional mais positivo e animado.

Mas há pontos a considerar:

1) Se a mulher for praticante regular de actividades físicas, poderá continuar a treinar quase com a mesma intensidade, mas terá que ter atenção os ajustes necessários;

2) Se não for praticante regular, deverá consultar primeiro o seu médico e começar com exercícios simples e de baixa intensidade;

3) Quais os melhores exercícios?

  • O treino cardiovascular ajuda na desintoxicação do organismo, melhora a circulação e promove um controlo de peso saudável durante a gestação.
  • O treino de força e musculação ajuda a manter um corpo mais firme, a melhorar a postura e a tornar o corpo mais apto a aguentar o stress corporal provocado pelo aumento de peso e de segurar um recém-nascido.

Ajustes e cuidados a ter:

– Treino cardiovascular deve ser de baixa a média intensidade, evitando que a frequência cardíaca suba acima dos 140 bpm (excepto casos excepcionais).

– Evitar actividades de maior impacto e risco de queda.

– Devido a um aumento hormonal que provoca uma maior flexibilidade, deverá haver algum cuidado com exercícios que promovam uma maior amplitude articular.

Pedro Laffan, Personal Trainer

Screen-Shot-2015-07-08-at-4.57.18-pm

Tem mindset de atleta?

Tem sido notório um aumento de notícias de pessoas comuns com objetivos excecionais. Ainda há umas semanas, surgiu uma notícia de um “amador”, que se sagrou campeão nacional de Corta-mato (Parabéns Nelson Cruz!). Neste caso em específico, amador não será a melhor palavra para descrever a pessoa e a forma como encara os seus treinos, pois, apesar de não ter apoios profissionais, tem a atitude certa. Este tipo de notícias e feitos estão a ser possíveis devido a uma alteração de mentalidade e hábitos, que aos poucos começa a ser frequente. Ser ambicioso está na ordem do dia e ter metas ousadas e desafiantes faz cada vez mais sentido. Com isto, surgem treinos intensos e frequentes e pessoas “comuns” ou amadoras, a ter hábitos, atitudes e ações que seriam expectáveis apenas em atletas.

Então, a questão que fica é: tem mindset de ATLETA?

Descubra quais as características que definem um atleta de sucesso e em que nível se encontra.

tabela

Se das 15 características, identificou que já tem:

4: Ainda tem muito que pode trabalhar. O seu objetivo foi bem traçado? Qual a motivação que está por trás? Está a fazer o tipo de exercício que gosta?

8: Está no bom caminho! O que lhe falta? Quais os pontos a trabalhar?

12: Muito bom! Continue assim!

15: Excecional! Já pensou em mudar de profissão, para atleta?

Não tenha medo de ser ambicioso! Todos temos um pouco de atleta em nós.

Tom Levold

O que é melhor para emagrecer, apenas treino cardiovascular ou combinar musculação?

O mais importante quando se pretende emagrecer é obter um défice de calorias ingeridas em relação as calorias utilizadas.

Pode treinar tanto quanto o Rocky Balboa quando ia combater o Ivan Drago ou correr uma maratona mais rápido do que o Queniano mais ágil, mas se estiver a consumir mais comida do que aquela que consegue gastar, então, esse bikini ou 6 pack vai ter que esperar.

Uma vez acertada a alimentação, passamos ao ponto seguinte:

  • Treino cardiovascular – Utiliza mais calorias durante a atividade física, pode ser praticado facilmente por todos e em qualquer lugar. Sendo uma actividade especialmente agradável numa tarde amena perto de um campo ou praia. É ótimo para melhorar o sistema respiratório e cardiovascular e é de pouco impacto nas articulações (se praticado a uma intensidade adequada e com a técnica correta).
  • Treino de musculação – Utiliza menos calorias durante a atividade física, mas provocará alterações a nível metabólico e regenerativo que por sua vez aumenta o gasto calórico nas alturas de descanso. Musculação também irá melhorar a sua postura, fortalecer articulações e proporcionar uma forma mais atlética. Se não quiser ganhar volume, faça mais repetições com cargas médias ou treinos em circuito.

Em conclusão, o melhor será sempre uma combinação dos dois tipos de treino. Tirará as vantagens de ambos, e terá resultados melhores e mais rápidos.

Contacte-nos para saber a melhor estrutura para si.

Pedro Laffan, Personal Trainer

Success winner woman standing with arms up joyful after outdoors workout. Half silhouette on sunny warm summer day with city skyline in background, From Montreal, Quebec, Canada.

Como manter-se focado e não desistir dos seus objetivos

A decisão para mudar a sua vida através da alteração dos hábitos alimentares ou o início de atividade física costuma ser o passo mais fácil.

Uma das principais causas de insucesso em atingir objetivos é a falta de motivação em cumprir com as alterações alimentares, bem como, com os treinos semanais exigidos.

Procurando um profissional e comprometendo-se semanalmente a cumprir com o plano estruturado, será uma mais-valia, porque terá um plano personalizado que lhe irá permitir atingir os seus objetivos de forma segura e eficaz.

Sugestões para manter-se focado:

  1. Estabeleça metas razoáveis (sejamos realistas, não vai emagrecer 10 kg em 2 semanas antes das férias);
  2. Estruture cadencialmente os treinos (não comece por treinar todos os dias, 2 horas por dia, não só é ineficaz como irá rapidamente aborrecer-se);
  3. Tenha metas a curto prazo e vá avaliando os progressos (1 kg por semana, 10 minutos a correr ou 1 centímetro a menos de cintura), pois resultados imediatos vão proporcionar um efeito de satisfação e um aumento na motivação;
  4. Não se compare com outras pessoas (todos somos diferentes e com histórias de vida variadas), compare-se apenas consigo e com aquilo que já atingiu);
  5. Crie uma rotina divertida (vá nadar com a família ou andar de bicicleta com os filhos, caminhe na passadeira enquanto estiver a dar a sua série favorita, escolha as suas músicas favoritas, use o seu mp3), tornando assim a atividade física um momento de prazer e não um sacrifício.

Uma vez que a decisão esteja tomada e se empenhe em cumprir com o seu plano alimentar e estrutura de treinos, inicia-se uma jornada que terminará com sucesso.

Pedro Laffan, Personal Trainer

sincity training

Defina o ponto de partida antes de começar a praticar exercício físico

Para atingir resultados é importante estabelecer metas. Para atingir metas é preciso planeamento. E para planear é preciso saber onde estamos atualmente e o que falta para atingir os nossos objetivos.

Tendo estes três pontos bem assentes, estabelecer o ponto de partida facilitará um planeamento viável e concretizável da sua atividade física.

Ao definir um plano de treino que otimize os seus resultados, é determinante avaliar primeiramente:

  1. A sua condição física, ou seja, se está apto para a prática de exercício físico e a que intensidades;
  2. O seu Índice de Massa Corporal, que determina se tem o peso ideal para a sua altura;
  3. A sua percentagem de massa gorda, importante para quem procura definição;
  4. O seu perímetro abdominal, a fim de evitar problemas cardiovasculares;
  5. A sua flexibilidade articular, para manter uma boa mobilidade;
  6. O seu padrão alimentar, para identificar se consome as calorias e os nutrientes necessários.

Saber onde está, o que quer e quanto tempo demorará a atingir os seus objetivos é o primeiro passo para o sucesso e ajuda-lo-á, em alturas de menos disciplina, a manter-se focado e motivado.

Pedro Laffan, Personal Trainer